Reunião extraordinária do GAIRF – 29/09/16

No sentido de celebrar a vitória coletiva da implementação do Centro de Referência e Acolhimento a Imigrantes e Refugiados em Santa Catarina e marcar o início de novas empreitadas para construir o CRAI que sonhamos e precisamos, estamos convocando uma reunião extraordinária do GAIRF para esclarecer e debater os futuros do CRAI de forma conjunta.

A reunião será no dia 29 de setembro de 2016, quinta-feira, às 14hrs, no Senadinho da Cúria Metropolitana, na Rua Esteves Júnior, 447, Centro, Florianópolis.

Pontos iniciais da pauta:

– Equipe do CRAI

– Local das instalações

– Orçamento exíguo

– Possibilidade de um nome fantasia, somado ao nome oficial

– Fonte de financiamentos externos

Outros pontos, por favor, tragam para desenvolver pessoalmente.

Assinado contrato para implantação de CRAI em SC

Foi assinado hoje (22/09) o convênio entre o Governo do Estado de Santa Catarina, a Ação Social Arquidiocesana de Florianópolis (ASA) e a Pastoral do Migrante da Arquidiocese de Florianópolis para a implantação do Centro de Referência e Acolhimento a Imigrantes e Refugiados (CRAI) que realizará atendimentos em nível estadual. O ato de assinatura foi realizado nesta manhã no auditório da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, em Florianópolis. O CRAI irá funcionar no Terminal Rodoviário Rita Maria, localizado na região central da capital. Para atender as necessidades do centro serão realizadas reformas no local, com duração até novembro de 2016, quando posteriormente ocorrerá a inauguração.

Foto: Tamajara Silva


A Pastoral do Migrante de Florianópolis, através da Ação Social Arquidiocesana (ASA), entidades fundadoras do GAIRF, venceu no dia 30 de agosto de 2016 a licitação para a implantação do CRAI. Diante da ausência do centro, os atendimentos à população imigrante e refugiada de Florianópolis e região são realizados pela Pastoral do Migrante em uma pequena sala localizada na Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus, na Prainha, em Florianópolis, por onde diariamente passam dezenas de imigrantes e refugiados em busca de auxílio sobre regularização de documentação, pedido e consulta sobre certidões consulares, orientações para envio da documentação a Polícia Federal para solicitar o registro de permanência, além de outras demandas. Os atendimentos na Pastoral continuarão a ser ofertados até a inauguração do CRAI.

A assinatura do convênio do Governo Federal com o Estadual para a criação do CRAI ocorreu em janeiro de 2016 e, desde então, buscava-se um local para o atendimento. Nos últimos meses um espaço no Terminal Rodoviário Rita Maria foi designado para a atividade. O CRAI é resultado de um convênio assinado pela União, com fundos do Ministério da Justiça, e pelo Governo do Estado de Santa Catarina com anuência do poder municipal de Florianópolis. O convênio tem duração de 24 meses, período no qual a ASA desempenhará as atividades referentes ao estabelecimento do CRAI, estruturação e organização do local e atendimento a imigrantes e refugiados.

A escolha da ASA para a concretização do CRAI de Florianópolis se deu após a instituição ser a única a apresentar proposto para o edital de concorrência pública n. 0028/2016 e cumpriu todos os requisitos de habilitação técnica exigidos pelo edital. No dia 7 de setembro de 2016 foi realizado um abraço cultural reunindo imigrantes, refugiados e demais entidades parceiras envolvidas para celebrar a futura assinatura do contrato, momento em que os participantes puderam conhecer parte das futuras dependências do CRAI no estado.

Clipping: Abraço cultural celebra futura implementação do CRAI em Florianópolis

Um clima de amizade, solidariedade e alegria marcou o abraço cultural realizado na tarde da última quarta-feira, feriado de independência do Brasil (7/09), no Terminal Rodoviário Rita Maria, local onde será implementado o Centro de Referência e Acolhimento a Imigrantes e Refugiados (CRAI) de Santa Catarina.

Em alusão ao Grito dos Excluídos, a iniciativa reuniu imigrantes e refugiados que vivem na Grande Florianópolis, voluntários, entidades e representantes da imprensa local. A Ação Social Arquidiocesana (ASA), representando a Pastoral do Migrante, venceu no dia 30 de agosto o certame da licitação para a execução do projeto.

De mãos dadas os participantes realizaram um abraço coletivo nas dependências da rodoviária, um ato simbólico para celebrar a conquista do CRAI, que tem expectativa de ser oficializada na próxima semana (dia 13/09, terça-feira), dia em que será assinado o contrato para dar prosseguimento à implementação do centro.

Na ocasião, foram realizadas apresentações culturais do Rap Stack FeedBack, composto pelo rapper guineense Masta Free e o rapper haitiano CK-Next; do cantor cabo-verdiano Ailton Fidju di Terra Moreira e a participação especial da guineense Bessy Ludmila Soares Tavares.

Veja abaixo fotos e notícias do abraço cultural:

DC: Abraço simbólico comemora implantação do Centro de Referência e Acolhimento de Imigrantes em Florianópolis

Hora SC: Abraço simbólico comemora implantação do Centro de Referência e Acolhimento de Imigrantes em Florianópolis

Agência CNBB Sul: No Grito dos Excluídos, abraço à rodoviária de Florianópolis celebra instalação de serviço para imigrantes

Entidades realizam Abraço Cultural para comemorar implantação do CRAI em Florianópolis

A Pastoral do Migrante de Florianópolis, através da Ação Social Arquidiocesana (ASA), entidades fundadoras do GAIRF venceu, no dia 30 de agosto, a licitação para a implantação do Centro de Referência e Acolhimentos aos Imigrantes e Refugiados (CRAI) em Florianópolis, para atendimento estadual.

A assinatura do convênio do Governo Federal com o Estadual para a criação do CRAI ocorreu em janeiro de 2016 e, desde então, buscava-se um local para o atendimento. Nos últimos meses um espaço no Terminal Rodoviário Rita Maria, no centro de Florianópolis, foi designado para a atividade. O CRAI é resultado de um convênio assinado pela União, com fundos do Ministério da Justiça, e pelo governo do estado de Santa Catarina e anuência do poder municipal de Florianópolis. O convênio tem duração de 24 meses, período no qual a ASA desempenhará as atividades referentes ao estabelecimento do CRAI, estruturação e organização do local e atendimento a imigrantes e refugiados.

Representantes da ASA, Pastoral do Migrante de Florianópolis, GAIRF e da comunidade migrante no dia 30 de agosto de 2016, momento do anúncio da licitação vencedora para implementação do CRAI

A escolha da ASA para a concretização do CRAI de Florianópolis se deu após a instituição ser a única a apresentar proposto para o edital de concorrência pública Nº0028/2016 e cumpriu todos os requisitos de habilitação técnica exigidos pelo edital.

Para marcar e comemorar a implementação do CRAI será organizada uma atividade cultural, no dia 7 de setembro, às 14h, no Terminal Rodoviário Rita Maria, momento em que será realizado um simbólico “abraço cultural” na rodoviária por imigrantes e refugiados. A ASA e o GAIRF convidam a todos os grupos de imigrantes e refugiados, artistas, músicos, estudantes e movimentos sociais para este momento tão importante da luta pelo estabelecimento de um CRAI em Santa Catarina.

  • Abraço cultural ao CRAI
  • Data: 7 de setembro de 2016
  • Horário: às 14h
  • Local: Terminal Rodoviário Rita Maria, Centro, Florianópolis/SC

NUPLE/UFSC oferece aulas gratuitas de português para imigrantes e refugiados da Grande Florianópolis

O Núcleo de Pesquisa e Ensino de Português – Língua Estrangeira (NUPLE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) irá oferecer aulas gratuitas de português para imigrantes e refugiados da Grande Florianópolis por meio do Projeto Plam: Português como língua de acolhimento. As aulas serão ofertadas a partir do dia 10 de setembro. É necessário inscrição prévia por e-mail.

Inscrições pelo email projetoplam@gmail.com. Outras informações sobre o NUPLE no blog: https://nuple.wordpress.com/about/

Definido local do CRAI em Florianópolis

Será no Terminal Rodoviário Rita Maria que o Centro de Referência para Imigrantes e Refugiados de Florianópolis irá funcionar. Depois de longos meses de espera, o CRAI finalmente já tem espaço definido e a licitação para o gerenciamento do serviço já foi aberta.

Saiba mais na reportagem do G1.

 

Atividade do GAIRF no FSMM

IMG_3707

Participantes da atividade do GAIRF no FSMM

Entre os dias 7 e 10 de julho ocorreu na cidade de São Paulo o Fórum Social Mundial das Migrações. Durante o evento o GAIRF organizou uma atividade autogestionada.

A atividade ocorreu no dia 8 de julho, às 11 horas, na Faculdade Zumbi dos Palmares, local de realização do FSMM.  Além dos participantes do GAIRF e de entidades associadas, a atividade contou com a participação de pessoas de diversas regiões do país. De diversos lugares de Santa Catarina tais como Florianópolis, Chapecó e Campos Novos. Profissionais de vários segmentos profissionais do Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraíba e Rio Grande do Sul também participaram.

IMG_3705

O objetivo da atividade era promover uma roda de conversa para discutir a experiência do GAIRF e das entidades participantes durante os últimos anos em Florianópolis. Foi  importante a fala e o protagonismo de imigrantes do estado de Santa Catarina, momento em que contamos com a presença ilustre de três imigrantes haitianos e um senegalês.

A atividade ocorreu em três momentos: primeiramente foi apresentado um panorama migratório do estado de Santa Catarina e de Florianópolis. Na sequência, Tamajara Silva, representando a Pastoral do Migrante de Florianópolis, fez um levantamento da atividade da pastoral durante os últimos 20 anos sublinhando características específicas da imigração em Santa Catarina e as dificuldades enfrentadas diante do descaso estatal. Em seguida, foi feita uma apresentação das entidades que compõem o GAIRF e, para finalizar, ocorreu um momento de troca de experiências com as pessoas presentes na atividade.

IMG_3700

Mais de 20 pessoas participaram da atividade, em um momento no qual outras 20 atividades ocorriam no FSMM. Assim, nosso muito obrigada à todas as pessoas que nos prestigiaram com a presença e contribuíram para que a atividade do GAIRF no FSMM fosse um bonito espaço de generosidade e aprendizado.

IMG_3710.JPG

Parte da delegação catarinense no Forum Social Mundial das Migrações