Arquivo da tag: Imigração haitiana no Brasil

Comunicado da Polícia Federal e da Secretaria Nacional de Justiça a haitianos/as

Atualização em 11/11/16 >>> o prazo foi prorrogado. Clique aqui para ler mais informações. 

Todos os haitianos e haitianas que tiveram suas residências concedidas no dia 12 de novembro de 2015 (43 mil beneficiados) têm até o dia 11 de novembro de 2016 (prazo prorrogado até 11 de maio de 2017, clique aqui e leia mais) para agendar um turno, para realizar o registro na Polícia Federal. Aos que ainda não agendaram, por favor compareçam a Pastoral do Migrante em seu município ou em qualquer outra instituição de atendimento em todo o país para fazer o agendamento no site da Polícia Federal, pois o prazo será válido apenas até dia 11.
Segue abaixo a notícia na íntegra:

Comunicado conjunto da Polícia Federal e da Secretaria Nacional de Justiça

MJC informa que os haitianos que tiveram o pedido de permanência no Brasil concedido devem solicitar o registro junto à Polícia Federal o mais brevemente possível

Comunicamos que se encerra em 11 de novembro do presente ano o prazo para registro junto à Polícia Federal dos cidadãos haitianos que tiveram a permanência no Brasil concedida pelo Despacho Conjunto proferido pelo CONARE/MJ, CNIG/MTE e DEEST/MJ, publicado no Diário Oficial da União de 12/11/2015, página 48, Seção 1, cujos nomes estão relacionados na lista contida em http://www.justica.gov.br/estrangeiros/ulista1 .

Alertamos os haitianos beneficiados pela medida, cujo nome se encontra na referida lista, de que devem solicitar o registro junto à Polícia Federal o mais brevemente possível, buscando-se evitar uma grande concentração da procura por atendimento nos dias imediatamente anteriores ao final do prazo.

Informamos que, caso não haja vaga disponível no agendamento da polícia federal para atendimento presencial até o dia 11/11/16, será considerado dentro do prazo o estrangeiro que demonstre que solicitou o agendamento até a referida data, o que será comprovado por meio do formulário de agendamento obtido pelo estrangeiro no site da polícia federal.

Clique aqui para ler a notícia diretamente no site.

Com informações da Pastoral do Migrante da Arquidiocese de Florianópolis.

Anúncios